terça-feira, 20 fevereiro, 2024

Visão 2095: O Destino das Famílias e suas Perspectivas

Vivemos uma era de transformações demográficas, e um estudo internacional recente sugere que as famílias estão caminhando para um declínio global até o final do século.

A pesquisa, baseada em modelos matemáticos e dados populacionais, projeta uma redução média de 35% no tamanho das famílias até 2095. Isso se traduz em famílias mais “verticais“, com menos primos, netos e mais membros das gerações mais antigas.

O Futuro das Famílias: Uma Previsão de Declínio e Mudança na Estrutura Familiar até 2095

O Futuro das Familias Uma Previsao de Declinio e Mudanca na Estrutura Familiar ate 2095

A variação desse declínio ocorrerá de acordo com as características demográficas de cada país. O pesquisador social Diego Alburez-Gutierrez, do Instituto Max Planck de Investigação Demográfica, destaca que as mudanças demográficas influenciarão significativamente a rede de apoio familiar no futuro.

Embora o estudo não aprofunde as razões por trás desse declínio, sugere uma redução geral nas taxas de mortalidade, impactando normas sociais, fatores econômicos e práticas de planejamento familiar. A queda nas taxas de mortalidade contribui para uma maior diferença de idade entre os membros da família, afetando a dinâmica familiar.

Essa mudança é evidenciada pelo fato de que os casais têm menos filhos e os têm mais tarde na vida. A combinação desses fatores resulta em famílias com menos membros em cada geração, impactando o número de primos, netos e netas na família ampliada.

Além disso, a expectativa de vida mais longa cria uma disparidade maior entre as gerações, mas os membros mais velhos podem não ser capazes de prestar apoio, gerando a necessidade de apoio externo. O estudo revela que a disponibilidade de recursos de parentesco está diminuindo globalmente, e as famílias podem precisar buscar mais apoio externo à medida que enfrentam desafios sociais.

Os resultados indicam uma diminuição média de 35% no tamanho da família até 2095, evidenciando uma mudança para “famílias verticais“. Se as projeções se concretizarem, essas mudanças terão implicações significativas na dinâmica familiar e nas empresas que as apoiam. O pesquisador Alburez-Gutierrez destaca a importância de os decisores políticos considerarem os desafios sociais que surgirão com essas transformações sísmicas na estrutura familiar.

Goutyne
Goutynehttps://goutyne.com
O site mais completo de curiosidades e entretenimento da internet.

Populares

Interessante!