quinta-feira, 22 fevereiro, 2024

IA Antecipa Risco de Câncer de Pâncreas

IA antecipa risco de câncer de pâncreas, diz os pesquisadores do Beth Israel Deaconess Medical Center (BIDMC), afiliado à Harvard, em colaboração com o Massachusetts Institute of Technology, desenvolveram um modelo de previsão de risco, PrismNN, que identifica pacientes com alto risco de câncer de pâncreas até 18 meses antes do diagnóstico.

Validado em dados de registros eletrônicos de saúde de 55 organizações nos EUA, o modelo supera em 3,5 vezes as diretrizes de triagem atuais para pacientes com 40 anos ou mais.

A maioria dos casos de cancer de pancreas detectado tarde demais

A maioria dos casos de câncer de pâncreas, detectado tarde demais

O câncer de pâncreas, frequentemente detectado em estágios avançados, dificultando a cura, motiva a criação desse modelo inovador.

Publicado no eBioMedicine, parte da Lancet Discovery Science, o estudo destaca a eficácia do PrismNN, treinado com mais de 1,5 milhão de registros médicos eletrônicos.

Ao analisar dados demográficos, consultas médicas, diagnósticos e exames laboratoriais, o modelo apresenta uma precisão 3,5 vezes superior à triagem convencional.

A maioria dos casos de cancer de pancreas

Limor Appelbaum, pesquisador do BIDMC, ressalta a importância do PrismNN ao antecipar casos de câncer de pâncreas, proporcionando uma oportunidade de intervenção mais eficaz. A detecção precoce é crucial, pois a maioria dos casos só é identificada em estágios avançados, limitando as opções de tratamento.

Além do impacto na prática médica, a implementação bem-sucedida do PrismNN pode revolucionar a abordagem à prevenção e tratamento do câncer de pâncreas. A colaboração entre instituições médicas renomadas fortalece a credibilidade desse avanço, marcando um passo significativo na pesquisa oncológica.

PrismNN IA Antecipa Risco de Cancer de Pancreas
Goutyne
Goutynehttps://goutyne.com
O site mais completo de curiosidades e entretenimento da internet.

Populares

Interessante!