Alimentação

Beber durante a refeição faz mal? Mitos e verdades sobre essa afirmação

Fazer ingestão de comida e bebida ao mesmo tempo nas refeições é certo ou errado? Muitos dizem que esse hábito faz mal ao organismo, e que é necessário uma reeducação alimentar, outros falam que não há problemas, que é mero “mito”. Por isso, para promover o melhor entendimento e conscientização nutricional, procuramos duas especialistas no assunto para explicar o que essa união provoca à saúde e os melhores procedimentos para o bom funcionamento do corpo.

Você provavelmente já ouviu falar que beber durante a refeição faz mal e talvez até evite ingerir líquidos enquanto come. Dentre tantos mitos e verdades em relação ao assunto, você sabe quais são os reais motivos para isso? A fim de tirar todas as dúvidas, o Instituto de Longevidade Mongeral Aegon conversou com a nutricionista Taissa Machado.

Para começar é importante entendermos que o ato de beber enquanto comemos não passa de um hábito, do que uma necessidade propriamente dita. A especialista explica que a ingestão de líquidos durante a refeição é uma questão de adaptação, assim como a mastigação.

“O processo digestivo começa na boca com o mastigar e o auxílio da saliva, que possui enzimas e sais que são liberados para triturar os alimentos. Dessa forma, eles chegam ao estômago em um estado ‘pré-digerido’ facilitando o processo”, explica Taissa.

Quando ingerimos líquidos – seja ele qual for, inclusive água – estamos diluindo o suco gástrico, atrapalhando a chegada e a ação de enzimas, ambos fundamentais para a quebra e digestão dos alimentos. Acabamos “sobrecarregando o processo digestivo e reduzindo a absorção de vitaminas e minerais”, completa.

Além disso, beber durante a refeição influencia também na dilatação do estômago, segundo a nutricionista. “Aumenta o volume do bolo alimentar dando a falsa sensação de saciedade e podendo apresentar sintomas como distensão abdominal, indigestão, queimação [azia] e refluxo”.

Se ainda assim você não estiver convencido a mudar o hábito, mostramos outras razões para fazê-lo.

Beber durante a refeição pode engordar

Taissa expõe duas formas disso acontecer: direta e indiretamente. A primeira está associada ao aumento de calorias da refeição. “Dependendo do líquido ingerido, pode haver picos de açúcar no sangue”. Já a segunda interfere no controle da fome, dando a falsa sensação de saciedade.

“Ao ingerir líquidos durante as refeições, ocorre a distensão da parede do estômago, que é flexível, propiciando uma falsa impressão ao cérebro de que estamos satisfeitos. Assim, reduzimos a ingestão de alimentos e nutrientes necessários para o corpo e em poucas horas estamos com fome.”

Provavelmente você já sabe o resultado desse processo: vontade de comer mais. O consumo alimentar na próxima refeição será maior, pois você sentirá a necessidade de compensar. Outro fator que influencia é que na maioria das vezes os líquidos escolhidos para acompanhar as refeições possuem calorias vazias.